Nota de Apoio à Ocupação Copa do Povo e MTST

mtst

Companheirxs da ocupação Copa do Povo,
Lutadores/as do MTST,

A Articulação Nacional dos Comitês Populares da Copa, que reúne os comitês das 12 cidades que serão sede do Mundial, saúda a mais nova ocupação “Copa do Povo” realizada em um terreno abandonado, que não cumpria a sua função social e servia a praticas de especulação, perto do estádio Itaquera.

Ocupar a cidade que nos é usurpada, lutar pelo direito que nos é negado e retomar os espaços que tem sido sistematicamente privatizados dentro do atual modelo de desenvolvimento urbano é mais do que um direito, é um dever!

O sentido privatista da Copa do Mundo, ao ser subvertido pelo povo organizado nessa nova ocupação, mostra a todo o Brasil quais são as prioridades políticas do pais hoje e ensinam que a pratica da luta e da ação direta organizada é um meio fundamental para se lutar por direitos em um sistema democrático. Posicionamos-nos contra a criminalização das famílias e do movimento e compreendemos a prática da ocupação de terras improdutivas para fins de moradia como uma medida justa para garantir o direito imediato das familias, que recebem menos de 3 salários mínimos e vivem de favor ou de aluguel.

Na Carta do I Encontro das/os Atingidas/os, lançada no último dia 3 de Maio, deixamos claro que:

“A Copa intensificou aumento dos despejos e remoções violentas nas cidades brasileiras. Duzentos e cinquenta mil pessoas com suas famílias estão sendo desestruturadas, levadas para longe de seus lugares de origem, causando impactos na saúde, na educação, no transporte público, além da violência física e psicológica. Tem gente com depressão, se endividando, esperando por soluções que nunca chegam. São vítimas da especulação imobiliária que expulsa os pobres das áreas do seu interesse.
Histórias semelhantes de violências contra populações ocorrem em todo o território brasileiro. Não pedimos essa Copa da Fifa. Mais do que barrar a Copa, queremos barrar os despejos e remoções no Brasil. Nossa luta é antes, durante e depois da Copa, para que nenhuma família brasileira sofra a violência e humilhação de um despejo ou remoção forçada. Decidimos sair deste encontro com uma grande união para barrar os despejos e remoções no Brasil. Sairemos juntos daqui numa articulação permanente, e assim estaremos mais fortes. Por um Brasil sem despejos! Brasil sem remoção! Respeito ao cidadão!”

Estamos juntxs com os companheirxs nessa luta pelo direito a cidade e pela moradia!

COPA SEM POVO, TO NA RUA DE NOVO!
15 DE MAIO, DIA DE LUTAS CONTRA A COPA DA FIFA

Uma resposta para “Nota de Apoio à Ocupação Copa do Povo e MTST

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s